Boa tarde, Domingo, 22 de Outubro de 2017
ARTIGO
DIAS HISTORICOS E TENEBROSOS
04/12/2015 - 14h37

 

Com  a chegada do PT  ao poder muita coisa mudou na política brasileira. Tendo em vista o programa  do partido e a forma crítica como agia desde o governo Sarney, passando pela Constituinte e pela promulgação da Constituição de 1988, que o PT  se recusou a assinar, apesar de a mesma  ter sido considerada  um avanço para o Brasil,  passando pelo tumultuado e curto mandato de Collor, que  também  o PT ajudou a desalojar do poder e, de forma mais virulenta quando do governo FHC,  o discurso do referido partido sempre foi na defesa da “ética na política”  e a condenação mordaz contra a corrupção.

Quis o destino que que o PT acabassse bebendo e continua bebendo de seu próprio veneno. Nunca  antes na história do Brasil,  um partido  e seus aliados jamais estiveram tão envolvidos em esândalos de corrupção. Nesses praticamente 13 anos de poder, os governos Lula e Dilma estiveram e estão  cada vez mais envolvidos em práticas e esquemas de corrupção.

De lider sindical, no caso de Lula e de guerrilheira , no caso de Dilma, o discurso e as práticas de ambos ao longo de suas vidas, antes da chegada ao poder, sempre foram em defesa dos trabalhadores, dos humildes, dos excluidos e  a condenação  aberta e firme ao capitalismo, a ditadura, ao  imperialismo  e de apoio, pelo menos da boca prá  fora,  `a demoscracia, aos Estado de Direito  e a condenação  `a corrupção.

Ao  chegarem  ao poder,  ou até  mesmo antes de tomar posse, no caso de Lula, o discurso mudou radicalmente, a começar pela famosa “Carta aos brasileiros”, onde Lula faz  um afago aos empresários, ao capitalismo e ao imperialismo. E no caso de Dilma, que defendia a luta armada para a derrubada dos militares, passou a condenar a oposição, não aceitar as  manifestações de massa  e a condenar qualquer ação política mais violenta, mesmo que muito menos do que a luta armada `a qual  ela  aderiu em sua juventude.

Pior do que isso,  os governos Lula e Dilma, aliaram-se a figuras tidas pela opinião pública como  políticos corruptos  e outros, incluindo empresários , que se aproximaram do poder para realizarem negócios excusos, tendo como parceiros gente do alto escalao governamental  e do mundo politico e  também do  sub-mundo do crime.

Diversos escândalos envolvendo gente  importante do PT e de outros partidos da  base de apoio dos Governos Lula e Dilma  acabaram sendo denunciados e condenados, a  partir das  investigações das CPIs  dos Correios , cujo símbolo maior foi o MENSALÃO, quando foram presos e condenados membros da cúpula  do PT e do Governo, com destaque  para o ex-ministro e homem forte do Governo Lula, José Dirceu, João Paulo Cunha, José Genoino e Delúbio Soares e outros mais.

Com  o estouro do PETROLÃO/LAVA  JATO,   o envolvimento de integrantes  do PT, do PMDB, PP  e outros partidos que integraram  o Governo Lula e continuam a integrar o Governo Dilma, envolvendo o maior  roubo de que se tem história no Brasil, quando a PETROBRÁS , maior estatal  e símbolo  da eficiência brasileira,  foi  e continua sendo literalmnte destruida pela corrupção,  por quadrilhas formadas por grandes empreiteiras e figuras importantes do Governo, percebe-se que muita coisa já aconteceu e ainda  vai acontecer nas investigações.

Mais  de 56 Deputados Federais  e Senadores da República, fazem parte da  famosa “Lista de Janot” como suspeitos e investigados  pela Polícia Federal, pelo Ministério Público Federal  sob  a batuta  da Justiça Federal  do Paraná  e pelo próprio Supremo Tribunal Federal, incluindo os Presidentes do Senado e da Câmara Federal, sucessores naturais da Presidente, caso a mesma  e seu vice, sejam afastados dos cargos.

Contra Dilma e Michel Temer tem ainda uma investigação por parte da Justiça Eleitoral por uso de dinheiro sujo, oriundo da corrupção na Petrobrás,  nas campanhas de 2006 e  2010, além  do início da tramitação  do processo de impeachment de Dilma na Câmara Federal,  a partir da aceiação  da denúncia formulada por Hélio Bicudo e Miguel Realde JR e aceita pelo Presinte da Câmara Federal na tarde da última terça feira.

Dois outros  fatos aconteceram  recentemente,  a  prisão do Senador Delcídio Amaral, nada menos do que o Líder do Governo Dilma no Senado, juntamente com um dos maiores banqueiros do país, que vai fazer comapnhia aos maiores empresários do ramo de construção civil, ja presos e condenados pela  Justiça Federal do PR  e também  a autorização do STF para que sejam abertas novas investigações, por corrupção, contra os senadores Renan Calheiros , Jader Barbalho e um outro deputado, todos do PMDB.

Existe uma relação circular  entre a crise política que se agrava a  cada dia  e a crise econômica que se aprofunda, com dados e aspectos negativos a cada trimester, veiculados por orgãos  oficicias de pesquisas como o IBGE, IPEA  ou institutos de pesquisas renomados como a FGV e outros vinculados ao Mercado.

A recessão  econômica deve chegar a 3,5% em 2015 e continuar por mais um , dois out res anos, a queda dos investimentos nacionais e estrangeiros no país estrangula o future; a carga  tributária aumenta mas a arrecadação dos governos  federal, estaduais e municipais diminui, acarretando piora nos serviços públicos, a inadimplência atinge mais de 57 milhões  de pessoas e  as  contas públicas do Governo Federal devem  “fechar” o ano no vermelho, com um rombo de R$120 bilhões  de reais e a dívida pública sob  a  responsabilidade do Governo Federal deve chegar a R$2,5trilhões de reais.  Ou seja, a incompetência do Governo Dilma  está afundando o Brasil tanto na política quanto e, principalmente,  na economia, paralizando as atividades econômicas e comprometendo a governabilidade e estabilidade das instituições,colocando em risco a estabilidade democrática.

Resumindo,  estamos vivendo dias históricos e tenebrosos em nosso país,  quando figurões,  antes tidos como acima de qualquer suspeita , acima da Lei,  agora estão sendo investigados e poderão  ser  condenados e presos. Sinal dos tempos? Talvez sim, e talvez a recuperação da esperança que  deverá vencer a corrupção,  a mediocridade e o imediatismo do atual governo.

Por: JUACY  DA SILVA,  professor  universitário, fundador, titular e aposentado UFMT, mestre em sociologia, articulista e colaborador de jornais, sites e blogs.Email professor.juacy@yahoo.com.brTwitter@profjuacy

Blog www.professorjuacy.blogspot.com Twitter@profjuacy

Comente através do facebook:
ENQUETE »
Você é favorável a pena de morte?

FOTO NOTÍCIA
:: MT24Horas - Todos os direitos Reservados - Copyright 2017 ::