Boa noite, Segunda-Feira, 22 de Julho de 2019
AÇÃO TRABALHISTA
R$ 100 mil de fiança paga por ex-governador devem ser usados para indenizar médico de clube de futebol em MT
Dinheiro deve ser depositado na conta da 1ª Vara do Trabalho de Cuiabá. Silval Barbosa foi detido portando uma arma sem registro, em 2014.
10/07/2019 - 18h12 - Fonte: Por G1MT

 

Silval Barbosa, ainda governador, em visita às obras da Arena Pantanal — Foto: Robson Boamorte/GLOBOESPORTE.COM

O médico Gustavo Veiga de Oliveira deve receber R$ 100 mil oriundos de uma fiança paga pelo ex-governador do estado Silval Barbosa, quando foi detido portando uma arma sem registro, em 2014. A decisão da 10ª Vara Criminal foi publicada na segunda-feira (8).

O profissional move uma ação trabalhista desde 2015 contra a Associação dos Amantes do Futebol e Amigos do Mixto (Afam) por atrasados e falta de pagamento de salários, enquanto prestava serviço para o Mixto Esporte Clube.

Atualmente, a dívida com o médico, corrigida, é de mais de R$ 193 mil. De acordo com Vinícius Falcão Arruda, advogado do Mixto, o médico desmembrou a ação e processou os membros da associação individualmente.

Vinícius explicou ainda que a condenação é solidária, ou seja, qualquer um dos acionados pode pagar. Além disso, o pagamento também elimina as dívidas do clube para com Gustavo Veiga.

Segundo o advogado, o processo que o ex-governador respondia por porta arma sem registro foi anulado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). Entretanto, quando a defesa de Silval entrou na Justiça para a restituição da fiança, o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) havia solicitado o bloqueio dos bens dele, em razão dos processos trabalhistas.

A Justiça estabeleceu o prazo de cinco dias para o dinheiro seja transferido para a Vara do Trabalho de Cuiabá.

A decisão diz ainda que Silval não renovou a documentação de porte da arma. Dessa forma, ela será encaminhada para o Exército para ser destruída.

Apreensão

Em maio de 2014, Silval Barbosa foi preso em flagrante pela Polícia Federal por posse ilegal de arma de fogo, em Cuiabá, durante desdobramento da Operação Ararath, que investiga crimes financeiros e lavagem de dinheiro.

Os agentes encontraram uma pistola calibre 380 durante o cumprimento de buscas na residência de Silval. Porém, segundo o secretário, a arma teria registro, mas estaria com a documentação vencida. O governador foi liberado após pagar a fiança.

Comente através do facebook:
ENQUETE »
VOCÊ É A FAVOR DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA?

FOTO NOTÍCIA
:: MT24Horas - Todos os direitos Reservados - Copyright 2019 ::