Boa tarde, Quarta-Feira, 28 de Junho de 2017
DIA DOS PROFESSORES
Professores usam arte para ensinar e despertar talentos
Educadores encaram o ensino das Artes como um importante meio de conhecimento, que contribui para o desenvolvimento do senso criativo e crítico do aluno.
17/10/2016 - 18h42 - Fonte: Educação

Marcello Mendonça, 45 anos, é de riso fácil e cativante. Músico profissional há mais de 30 anos, formado em Educação Artística Habilitação em Música, pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), ele se divide entre as atividades de percursionista e baterista da Orquestra Sinfônica e Sexteto da UFMT e também do trio mato-grossense Pescuma, Henrique & Claudinho.

Marcello Mendonça ensina Música na EE Antônio Epaminondas, em Cuiabá, e já descobriu vários talentos - Foto por: Júnior Silgueiro

Mas a função que mais lhe enche de orgulho é a de professor, carreira que trilha há 20 anos. Com a bagagem de quem começou a trabalhar com música aos 14 anos, compondo bandas de bailes e acompanhando artistas na cidade de Belo Horizonte, Minas Gerais, Marcello decidiu encarar o desafio de dar aulas particulares e em escolas especializadas. “Ser professor para mim é estar em conexão com o conhecimento. Não apenas ser um transmissor deste conteúdo, mas formar valores, integrar-se em discussões, reflexões, análises críticas e processos permanentes de formação. É uma tarefa para transmitir e receber conhecimento, pois somos todos eternos aprendizes”, afirma.

Atualmente, Marcello é professor de Música na Escola Estadual Antônio Epaminondas, em Cuiabá, e busca fazer da escola um lugar de socialização, de coletividade e do saber compartilhado. Leciona para 900 estudantes, incluindo os das oito salas anexas da unidade escolar no período noturno, no Ensino Médio Regular, sendo quatro no perímetro urbano (Jardim Vitória, Jardim Florianópolis, Santa Isabel e Jardim Colorado) e quatro unidades de Campo, localizadas no Coxipó do Ouro, Rio dos Peixes, Distrito do Aguaçú e Novo Renascer (30 km depois do Pedra 90). “Essas aulas me proporcionaram o acesso a vários alunos e descobri diversos talentos escondidos, até então”.

\"\"

De acordo com ele, com o apoio da equipe gestora, como o diretor Éber Correa e do coordenador pedagógico das salas anexas prof. Jackson Regis, a escola dá a oportunidade a esses alunos mostrarem o seu dom, o talento, que muitas vezes ocultos, elevando assim a sua autoestima. “A música gera nas pessoas um nivelamento de impressões, opiniões e gostos, o que se reflete na maneira como elas direcionam o seu comportamento perante a sociedade. Quando isso ocorre, ela começa a adquirir uma importância significativa na vida de qualquer um, contribuindo para a formação da personalidade e dos gostos estéticos", diz.

O trabalho desenvolvido é dividido entre aulas teóricas e práticas, aulas de percepção musical, de violão, percussão e bateria, prática de conjunto, além da formação de um coral. “Já encontramos vários talentos nas nossas anexas, como cantores e compositores de estilos diversos, sertanejo, gospel, MPB, rock e regionais como Cururu. Temos também vários instrumentistas como baixistas, guitarristas, tecladista e instrumentos de sopro. Um em especial toca violino e está se preparando para fazer música na UFMT”, comemora.

Para ele, a tarefa de um educador é preparar o indivíduo para enxergar o mundo que existe para além de si mesmo. “Nosso principal desafio é passar para os alunos que sonhos são possíveis e que o importante é viver as oportunidades de expressar sua vontade fazer arte”, conclui.

 

\"\"

História da Arte

Assim como Marcello, o professor Alisson Bonfim, da Escola Estadual Maria Leite Marcoski, em Várzea Grande, encara o ensino das Artes como um importante meio de conhecimento que contribui para o desenvolvimento do senso criativo e crítico do aluno e para a compreensão da sua própria realidade e da sociedade e cultura ao qual está inserido. Além de possibilitar o entendimento e interpretação de outras culturas.

Revelando as variadas maneiras de se interpretar o mundo e o ser humano ao longo do tempo por meio das aulas de História da Arte, o professor Alisson se dedica ao ofício de ensinar, persistindo e superando obstáculos com um único intuito: formar cidadãos mais críticos e melhores.

Formado em Educação Artística, habilitação em Música, pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), especializando em História da Arte, ele completou 11 anos de dedicação ao magistério, e conta que entrou para o mundo das artes ainda adolescente, quando frequentava uma igreja. “Eu achava muito bonito a música e os instrumentos. Sempre fui apaixonado pela harmonia musical, instrumental e vocal. Aos 14 anos já tocava piano”.

Ele ressalta que foi em busca de formação continuada e fez vários cursos e workshops sobre artes plásticas, o que lhe forneceu capacitação para ampliar seu leque de atuação em sala de aula. Lecionando e ainda estudando para concurso, em 2009, Alisson passou a integrar a rede estadual de ensino como professor concursado. Desde então, está lotado na EE Maria Leite Marcoski, escola onde estudou até a conclusão do ensino médio.

E é na unidade escolar que tem se dedicado aos alunos dos ensinos Fundamental e Médio. Neste ano, está com cerca de 800 alunos de 25 turmas diferentes, sendo uma aula por semana para cada. Em sala, se divide entre as aulas práticas e teóricas. O conteúdo engloba História da Arte e da Música, artes plásticas, técnicas de origami, vitral e reciclagem. “Fui descobrindo com o tempo a vocação deles para os trabalhos manuais, principalmente origami”, lembra.

Segundo ele, o origami ajuda a melhorar a concentração dos alunos, a descobrir seus talentos, desenvolver a criatividade, além de trabalhar os conteúdos escolares, o lado cultural. “É uma arte milenar japonesa, onde são criadas figuras através das dobraduras em papel e podemos trabalhar a produção, interpretação textual, leitura e escrita e os conteúdos programáticos de uma forma mais divertida e criativa a partir dessas dobraduras de papel”.

\"\"

 

Outro conteúdo que faz sucesso entre os estudantes é o da reciclagem com garrafas pets, importante para promover, além das habilidades manuais e coordenação motora, a consciência sobre a preservação do meio ambiente. “São técnicas que asseguraram também outras atividades inerente ao currículo escolar, buscando o bom desempenho de aprendizagem, mesclando conceitos de matemática, geometria, entre outros”.

Desafios

Para Alisson cada professor busca o desafio de fazer com que o aluno acredite na sua capacidade de estudar e, com isso, supere qualquer barreira econômica e social. A missão nem sempre é fácil, mas transmitir conhecimento, acolher e formar profissionais, fortalecer vínculos e despertar talentos está no dia a dia destes profissionais.

Mas o troféu maior que todos esperam receber é a valorização profissional e a criação de uma nova escola, onde os principais desafios da educação sejam vencidos. “A nossa profissão exige muito, qualificação, preparo, não temos o suporte suficiente. Muitos precisam lecionar em três turnos para ter um salário mais digno”, cita.

A aproximação dos pais da escola é essencial no contexto da formação integral do estudante e também é cobrada pelo professor. “A gestão escolar tem feito o papel dela. Mas os pais precisam se conscientizar sobre o acompanhamento do filho, mesmo que trabalhe até tarde, eles têm a responsabilidade. Não podem negligenciar”, enfatiza.

Ele faz questão de destacar a importância do ato de amor na educação escolar para o desenvolvimento do aluno, porém argumenta que os professores devem ser respeitados em sua dignidade profissional. “Ele não deve trabalhar por amor, como muitos dizem. Mas deve, sim, ter amor à sua profissão e na prática diária, no trato com seus estudantes e com o ambiente escolar”, finaliza.

Assim, esses profissionais seguem atraindo e envolvendo cada vez mais alunos para suas aulas, com simples artifícios como entusiasmo e a satisfação em exercer a profissão que escolheram.

 

Comente através do facebook:
ENQUETE »
O que você pensa da proposta Reforma da Previdência ?

FOTO NOTÍCIA
:: MT24Horas - Todos os direitos Reservados - Copyright 2017 ::