Boa tarde, Quarta-Feira, 23 de Maio de 2018
NESTA PASCOA
Ovos de Páscoa reduziram até 32% no tamanho
Uma das maiores reduções é a dos ovos de chocolate branco e amargo
25/03/2018 - 18h33 - Fonte: EXTRA

 

Está difícil encontrar em lojas e supermercados ovos e barras que não tenham diminuído de tamanho

Além de ficar atento aos preços dos chocolates nesta Páscoa, os consumidores vão precisar ficar de olho na quantidade dos produtos. Está difícil encontrar em lojas e supermercados ovos e barras que não tenham diminuído de tamanho, alguns deles com o mesmo preço.

Apesar de ser legal, a redução dos pesos e das quantidades nos produtos é uma forma de aumentar o preço da mercadoria disfarçadamente para o consumidor. Mas a iniciativa deve seguir normas.

— A marca precisa dar explicação da redução aos consumidores na embalagem, para que assim eles possam fazer uma escolha de compra consciente — diz a Coordenadora de Atendimento do Procon-RJ, Soraia Panella.

Uma das maiores reduções é a dos ovos de chocolate branco e amargo da marca Arcor, que encolheu 32%. Os consumidores já vêm percebendo essas mudanças onerosas. Pesquisando os preços dos chocolates para a Páscoa, a funcionária pública Roberta Azevedo adiou a compra:

— Eles reduzem os produtos, mas não os preços. Ou seja, pagamos mais ou o mesmo por menos.

Os produtos que estão com tamanhos reduzidos mas sem aviso na embalagem não são fáceis de serem identificados, pois a fiscalização depende de denúncias do consumidor ao Procon e uma averiguação da quantidade ou peso anterior.

Apesar de a redução de quantidade de produtos não ser ilegal, a prática precisa seguir normas do Código de Defesa do Consumidor e da Secretaria Nacional de Defesa do Consumidor. As marcas precisam informar de forma clara e ostensiva qualquer alteração e a informação precisa estar na embalagem ou no rótulo por, no mínimo, três meses com os valores absolutos e percentuais da alteração.

Redução de custos e maior margem de lucro

A tática de redução de pesos está ligada a redução de custo e aumento da margem de lucro, segundo o coordenador do MBA em Marketing Estratégico da ESPM-Rio, Marcelo Boschi. Como os consumidores não dão atenção às informações da embalagem, são lesados sem nem perceber:

— Compras habituais são rápidas e automáticas. De forma geral o consumidor não verifica mais que duas informações, o preço e a validade.

Com a redução, os ovos de Páscoa têm em média 200 gramas e custam R$30, enquanto as barras de chocolate custam, em geral, R$5 por 100 gramas. As caixas de bombons vêm diminuindo de quantidade progressivamente, queixa-se o corretor de imóveis Rodrigo Mello:

— A caixa de bombom já teve 500g, passou para 400g, e agora, para 300g.

Se você desejar avisar que algum produto diminuiu de peso sem mostrar a informação para o consumidor, as denúncias devem ser feitas pelo Disque Procon 151 ou através do site http://www.procon.rj.gov.br.

O que dizem as marcas

Arcor

Uma das maiores reduções é a dos ovos de chocolate branco e amargo da marca Arcor, que encolheram em 32%. A marca confirmou a redução, mas afirmou que também diminuiu os preços. E disse ainda que fez a alteração para se adequar à padronização do mercado.

Nestlé e Garoto

Entre os ovos de chocolate da Nestlé que reduziram de tamanho, o Prestígio diminuiu em 19%. A Garoto reduziu o ovo Serenata de Amor em 14%. As caixas de bombons de ambas as marcas vêm diminuindo de quantidade progressivamente. Os produtos que antes tinham 500 gramas hoje pesam 300. A Nestlé e a Garoto, marcas do mesmo grupo empresarial, disseram que a medida acompanha as tendências do mercado e do comportamento do consumidor, e que os ajustes foram feitos de forma a acompanhar as demandas dos últimos anos durante o período de Páscoa.

Lacta

O ovo Laka encolheu 7% e a barra de chocolate Diamante Negro foi reduzida em 16%. A Mondelez Brasil, grupo responsável pela Lacta, afirmou que as mudanças nos ovos de Páscoa deste ano se devem à alteração dos “mix internos”, que agora contam com miniovos de chocolate e que atendem aos requisitos estabelecidos pelo Ministério da Justiça.

*Estagiária sob supervisão de Cristine Gerk

Comente através do facebook:
ENQUETE »
Em sua opinião estamos em um momento de crise financeira ou crise politica no Brasil?

FOTO NOTÍCIA
:: MT24Horas - Todos os direitos Reservados - Copyright 2018 ::