Boa tarde, Domingo, 22 de Setembro de 2019
ECONOMIA DE R$ 1,2 MI
Governo estuda deslocar horário de expediente sem redução de carga horária
Horário de trabalho passaria a ser das 07h30 às 17h30min
07/03/2019 - 14h18 - Fonte: D`Laila Borges | Seplag

 

A Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) realizou um levantamento sobre a tarifa de energia elétrica, constatando que o deslocamento da carga de consumo trará uma economia de cerca de R$ 100 mil mensais apenas no Centro Político Administrativo, totalizando R$ 1,2 milhão ao ano. 

Isso porque a partir das 17h30min a tarifa de energia elétrica passa de R$ 0,31 o quilowatt hora para R$ 1,48. Um aumento de 380%.

A proposta é deslocar o horário de expediente, antecipando a entrada e a saída dos servidores em meia hora diariamente, sem alterar a carga horária. Ou seja, o horário de entrada passaria a ser 7h30min e de saída 17h30min.

A medida tem como um dos objetivos atingir a meta de redução de despesas estipulada em 20%, visando cumprir o decreto nº 8/2019 que estabelece diretrizes para controle, reavaliação e contenção das despesas em toda a administração direta e indireta. A mudança também visa melhorar a qualidade de vida dos servidores públicos, que poderão entrar e sair mais cedo do trabalho, evitando os horários de pico no trânsito.

A Seplag informa que essa proposta de alteração de horário ainda será apresentada ao governador Mauro Mendes.

Comente através do facebook:
ENQUETE »
VOCÊ É A FAVOR DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA?

FOTO NOTÍCIA
:: MT24Horas - Todos os direitos Reservados - Copyright 2019 ::