Boa tarde, Terça-Feira, 21 de Novembro de 2017
DESENVOLVIMENTO
Governo e Sicredi discutem demandas para ampliar atendimento ao público
Atualmente, o Sicredi tem três milhões de associados no Brasil. Em Mato Grosso, são 136 agências distribuídas em 107 municípios.
21/07/2017 - 15h23 - Fonte: Evelyn Ribeiro | Gcom-MT

 

O governador Pedro Taques recebeu, nesta quinta-feira (20.07), presidentes de 10 cooperativas de crédito do Sicredi para discutir parcerias que estimulem a abertura de mais agências no estado e fortaleça o desenvolvimento econômico dos municípios.

A pauta foi solicitada pelo governador e, segundo ele, a preocupação é fazer com que as cidades carentes sejam atendidas, evitando que a população precise se deslocar às cidades vizinhas para efetuar serviços bancários.

“Temos vários municípios pequenos que não possuem agências bancárias e, por conta disso, os moradores precisam ir até outra cidade para receber o salário ou solucionar problemas simples”, ressaltou Taques.

Atualmente, o Sicredi tem três milhões de associados no Brasil. Em Mato Grosso, são 136 agências distribuídas em 107 municípios.

O presidente da Central Sicredi MT, João Carlos Spenthof, elencou os itens necessários para a instalação das agências e explicou que trata-se de um trabalho a ser concretizado a longo prazo. “O governador tem a preocupação de levar desenvolvimento para estas regiões, e ponderamos que já estamos fazendo um trabalho de expansão da rede de agências do Sicredi, porém é um processo planejado e que requer estudo de viabilidade econômica e financeira”.

Entre os requisitos para instalação das unidades, estão o apoio do Governo para o acréscimo de recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) para liberação nos municípios não atendidos pelo Banco do Brasil, apoio para aprovação do PLP 100 na Câmara dos Deputados, que possibilita a movimentação financeira das prefeituras nas cooperativas de crédito, além do incremento da segurança pública, a fim de evitar ações criminosas.

Esta demanda foi encaminhada para o secretário de Estado de Segurança Pública, Rogers Jarbas. “Fizemos o levantamento de algumas unidades e vamos criar ferramentas de comunicação rápida junto com os bancos e reforçar o serviço de inteligência”, assegurou o secretário.

Também acompanharam a reunião os secretários de Estado de Desenvolvimento Econômico, Carlos Avallone, e da Casa Civil, José Adolpho.

Comente através do facebook:
ENQUETE »
Você é favorável a pena de morte?

FOTO NOTÍCIA
:: MT24Horas - Todos os direitos Reservados - Copyright 2017 ::