Boa noite, Quinta-Feira, 17 de Agosto de 2017
UNEMAT
Inscrição para vestibular da Unemat pode ser feita até domingo
As inscrições vão até domingo e o boleto pode ser pago até segunda-feira (22.05)
17/05/2017 - 15h06 - Fonte: Gcom - MT

Termina, no próximo domingo (21.05), o prazo de inscrição para o Vestibular 2017/2, da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat). Os interessados devem se inscrever somente pela internet, no www.unemat.br/vestibular. O valor da taxa é de R$ 100.

O candidato deverá preencher o requerimento de inscrição, informando o curso que pretende concorrer, opção de prova de Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), local onde deseja realizar as provas (14 cidades) e anexar uma fotografia.

As orientações e procedimentos para gerar, imprimir e pagar o boleto bancário estarão disponíveis durante o preenchimento da inscrição. A taxa deverá ser paga até o dia 22 de maio, em qualquer agência bancária ou internet, observado o horário de expediente.

Os cursos

A Unemat oferta 2.420 vagas, em 11 municípios do estado, para matrícula no segundo semestre deste ano. São 60 cursos regulares, distribuídos da seguinte forma:

Alta Floresta: Agronomia, Ciências Biológicas, Direito e Engenharia Florestal;

Barra do Bugres: Arquitetura e Urbanismo, Ciência da Computação, Direito, Engenharia de Produção Agroindustrial, Engenharia de Alimentos e Matemática;

Cáceres: Agronomia, Ciência da Computação, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Direito, Enfermagem, Educação Física, Geografia, História, Letras, Matemática, Medicina e Pedagogia;

Diamantino: Administração, Direito, Educação Física e Enfermagem;

Juara: Administração e Pedagogia;

Nova Mutum: Administração, Agronomia e Ciências Contábeis;

Nova Xavantina: Agronomia, Ciências Biológicas, Engenharia Civil e Turismo;

Pontes e Lacerda: Direito, Letras e Zootecnia;

Rondonópolis: Letras e Ciência da Computação;

Sinop: Administração, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Sistemas de Informação, Geografia, Letras, Matemática e Pedagogia;

Tangará da Serra: Administração/Agronegócio, Administração/Empreendedorismo, Agronomia, Ciências Contábeis, Ciências Biológicas, Enfermagem, Engenharia Civil, Jornalismo e Letras.

A Unemat adota sistema de ações afirmativas. Todos os cursos oferecidos destinam 30% das vagas para estudantes oriundos de escolas públicas, 25% para candidatos negros ou pardos e 5% para indígenas. As outras 40% das vagas são para ampla concorrência.

Provas

As provas serão realizadas em 14 cidades do estado: Alta Floresta, Alto Araguaia, Barra do Bugres, Cáceres, Colíder, Cuiabá, Diamantino, Juara, Nova Mutum, Nova Xavantina, Pontes e Lacerda, Rondonópolis, Sinop e Tangará da Serra, dentre as quais o candidato deve optar no ato da inscrição.

O vestibular 2017/2 compreende duas fases, realizadas em etapa única, no dia 25 de junho, das 8h às 13h. A primeira consta de quatro provas objetivas, com questões sobre Ciências da Natureza e suas tecnologias, Matemática e suas tecnologias, Ciências Humanas e suas tecnologias, e Linguagens, Códigos e suas tecnologias. Já a segunda etapa constitui-se de prova de redação.

O resultado final será divulgado a partir do dia 11 de agosto. O período letivo terá início no dia 04 de setembro, e o curso de Medicina está previsto para dia 28 de novembro.

Todas as informações sobre as etapas do vestibular e os editais podem ser acessadas em: www.unemat.br/vestibular

 

 

Produções acadêmicas priorizam necessidades de municípios

Rose Velasco | SES-MT 

A Escola de Saúde Pública de Mato Grosso (ESP-MT) finaliza os projetos acadêmicos da primeira turma do curso de especialização em saúde pública, realizado em parceria com a RESCOLA, do Ministério da Saúde. As produções acadêmicas prioriza as necessidades de diversos municípios e em diferentes áreas de intervenção quanto à qualidade do serviço de saúde para a população dessas unidades municipais.

São 23 projetos com propostas de implantação de melhorias nos serviços de saúde mental indígena na aldeia Meruri; de hanseníase na comunidade de Caramujo, em Cáceres; de tratamento de HIV e tuberculose no sistema penitenciário central do Estado; para a saúde da mulher; para adolescente em situação de cumprimento de medida socioeducativa; CAPS – saúde mental; e mobilização de Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Os projetos contemplam os municípios de Nova Mutum, Jangada, Várzea Grande, Santo Antônio de Leverger, Porto Espiridião e Cuiabá.

"A Escola de Saúde Pública não trabalha mais com monografias, e sim com projetos de intervenção para efetivar na prática as propostas. Esses projetos integram o ensino e o serviço público, e contemplam a necessidade da comunidade nos municípios", enfatizou a diretora da ESP-MT, Carmem Silvia Campos Machado.

A partir do dia 05 de junho terá início uma nova turma, que também seguirá a mesma proposta de propor mudanças para os serviços de saúde em todo o estado. A nova etapa terá a participação de 35 alunos. Os cursos são gratuitos e ofertados para profissionais da saúde pública e privada.

A ESP-MT visa promover a formação e qualificação profissional nos níveis básico, técnico e superior, com a oferta de vagas de pesquisas e programas de desenvolvimento de talentos. Também tem o objetivo de incentivar o aprimoramento técnico-científico em saúde para o Sistema Único de Saúde do Estado de Mato Grosso (SUS-MT).

Contratação de professores

A Escola de Saúde Pública de Mato Grosso abriu 30 vagas para a contratação de professores para o curso introdutório em Saúde da Família, na cidade de Cuiabá. O pré-requisito para se inscrever é a formação em nível superior, podendo também possuir especialização, mestrado ou doutorado.

As inscrições para o certame podem ser realizadas até o dia 24 de maio. O candidato deve encaminhar os documentos pelo Correios ou entregar pessoalmente na Escola de Saúde Pública de Mato Grosso, localizada na Avenida Adauto Botelho, n° 552, Coxipó – CEP 78.085-200, Cuiabá, em envelope lacrado. Mais informações pelo telefone (65) 3613-2310.

O resultado preliminar dos inscritos deve ser disponibilizado por meio do site da Secretaria de Estado de Saúde (SES), no endereço eletrônico: http://www.saude.mt.gov.br/escola.

Para os aprovados, o salário será de R$ 160,00 por hora/aula, em regime de trabalho de 40 horas semanais. O candidato também deverá possuir experiência na área pretendida.

Termina, no próximo domingo (21.05), o prazo de inscrição para o Vestibular 2017/2, da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat). Os interessados devem se inscrever somente pela internet, no www.unemat.br/vestibular. O valor da taxa é de R$ 100.

O candidato deverá preencher o requerimento de inscrição, informando o curso que pretende concorrer, opção de prova de Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), local onde deseja realizar as provas (14 cidades) e anexar uma fotografia.

As orientações e procedimentos para gerar, imprimir e pagar o boleto bancário estarão disponíveis durante o preenchimento da inscrição. A taxa deverá ser paga até o dia 22 de maio, em qualquer agência bancária ou internet, observado o horário de expediente.

Os cursos

A Unemat oferta 2.420 vagas, em 11 municípios do estado, para matrícula no segundo semestre deste ano. São 60 cursos regulares, distribuídos da seguinte forma:

Alta Floresta: Agronomia, Ciências Biológicas, Direito e Engenharia Florestal;

Barra do Bugres: Arquitetura e Urbanismo, Ciência da Computação, Direito, Engenharia de Produção Agroindustrial, Engenharia de Alimentos e Matemática;

Cáceres: Agronomia, Ciência da Computação, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Direito, Enfermagem, Educação Física, Geografia, História, Letras, Matemática, Medicina e Pedagogia;

Diamantino: Administração, Direito, Educação Física e Enfermagem;

Juara: Administração e Pedagogia;

Nova Mutum: Administração, Agronomia e Ciências Contábeis;

Nova Xavantina: Agronomia, Ciências Biológicas, Engenharia Civil e Turismo;

Pontes e Lacerda: Direito, Letras e Zootecnia;

Rondonópolis: Letras e Ciência da Computação;

Sinop: Administração, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Sistemas de Informação, Geografia, Letras, Matemática e Pedagogia;

Tangará da Serra: Administração/Agronegócio, Administração/Empreendedorismo, Agronomia, Ciências Contábeis, Ciências Biológicas, Enfermagem, Engenharia Civil, Jornalismo e Letras.

A Unemat adota sistema de ações afirmativas. Todos os cursos oferecidos destinam 30% das vagas para estudantes oriundos de escolas públicas, 25% para candidatos negros ou pardos e 5% para indígenas. As outras 40% das vagas são para ampla concorrência.

Provas

As provas serão realizadas em 14 cidades do estado: Alta Floresta, Alto Araguaia, Barra do Bugres, Cáceres, Colíder, Cuiabá, Diamantino, Juara, Nova Mutum, Nova Xavantina, Pontes e Lacerda, Rondonópolis, Sinop e Tangará da Serra, dentre as quais o candidato deve optar no ato da inscrição.

O vestibular 2017/2 compreende duas fases, realizadas em etapa única, no dia 25 de junho, das 8h às 13h. A primeira consta de quatro provas objetivas, com questões sobre Ciências da Natureza e suas tecnologias, Matemática e suas tecnologias, Ciências Humanas e suas tecnologias, e Linguagens, Códigos e suas tecnologias. Já a segunda etapa constitui-se de prova de redação.

O resultado final será divulgado a partir do dia 11 de agosto. O período letivo terá início no dia 04 de setembro, e o curso de Medicina está previsto para dia 28 de novembro.

Todas as informações sobre as etapas do vestibular e os editais podem ser acessadas em: www.unemat.br/vestibular

 

 

Produções acadêmicas priorizam necessidades de municípios

Rose Velasco | SES-MT 

A Escola de Saúde Pública de Mato Grosso (ESP-MT) finaliza os projetos acadêmicos da primeira turma do curso de especialização em saúde pública, realizado em parceria com a RESCOLA, do Ministério da Saúde. As produções acadêmicas prioriza as necessidades de diversos municípios e em diferentes áreas de intervenção quanto à qualidade do serviço de saúde para a população dessas unidades municipais.

São 23 projetos com propostas de implantação de melhorias nos serviços de saúde mental indígena na aldeia Meruri; de hanseníase na comunidade de Caramujo, em Cáceres; de tratamento de HIV e tuberculose no sistema penitenciário central do Estado; para a saúde da mulher; para adolescente em situação de cumprimento de medida socioeducativa; CAPS – saúde mental; e mobilização de Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Os projetos contemplam os municípios de Nova Mutum, Jangada, Várzea Grande, Santo Antônio de Leverger, Porto Espiridião e Cuiabá.

"A Escola de Saúde Pública não trabalha mais com monografias, e sim com projetos de intervenção para efetivar na prática as propostas. Esses projetos integram o ensino e o serviço público, e contemplam a necessidade da comunidade nos municípios", enfatizou a diretora da ESP-MT, Carmem Silvia Campos Machado.

A partir do dia 05 de junho terá início uma nova turma, que também seguirá a mesma proposta de propor mudanças para os serviços de saúde em todo o estado. A nova etapa terá a participação de 35 alunos. Os cursos são gratuitos e ofertados para profissionais da saúde pública e privada.

A ESP-MT visa promover a formação e qualificação profissional nos níveis básico, técnico e superior, com a oferta de vagas de pesquisas e programas de desenvolvimento de talentos. Também tem o objetivo de incentivar o aprimoramento técnico-científico em saúde para o Sistema Único de Saúde do Estado de Mato Grosso (SUS-MT).

Contratação de professores

A Escola de Saúde Pública de Mato Grosso abriu 30 vagas para a contratação de professores para o curso introdutório em Saúde da Família, na cidade de Cuiabá. O pré-requisito para se inscrever é a formação em nível superior, podendo também possuir especialização, mestrado ou doutorado.

As inscrições para o certame podem ser realizadas até o dia 24 de maio. O candidato deve encaminhar os documentos pelo Correios ou entregar pessoalmente na Escola de Saúde Pública de Mato Grosso, localizada na Avenida Adauto Botelho, n° 552, Coxipó – CEP 78.085-200, Cuiabá, em envelope lacrado. Mais informações pelo telefone (65) 3613-2310.

O resultado preliminar dos inscritos deve ser disponibilizado por meio do site da Secretaria de Estado de Saúde (SES), no endereço eletrônico: http://www.saude.mt.gov.br/escola.

Para os aprovados, o salário será de R$ 160,00 por hora/aula, em regime de trabalho de 40 horas semanais. O candidato também deverá possuir experiência na área pretendida.

Comente através do facebook:
ENQUETE »
O que você pensa da proposta Reforma da Previdência ?

FOTO NOTÍCIA
:: MT24Horas - Todos os direitos Reservados - Copyright 2017 ::