Boa tarde, Terça-Feira, 21 de Novembro de 2017
CAMPEONATO BRASILEIRO 2017
Roger decide e Botafogo vence o Flamengo no Engenhão
Eficiente, artilheiro marca os dois gols da vitória do time de Jair Ventura
11/09/2017 - 09h16 - Fonte: de o DIA

 

Em noite inspirada do atacante Roger, o Botafogo venceu o Flamengo no Engenhão, neste domingo, por 2 a 0. O Rubro-Negro entrou com time alternativo, sem jogadores considerados titulares, como Réver, Arão e Berrío. Já o time da casa também tinha desfalques, casos de Carli e Lindoso.

Com a vitória, o Botafogo chegou aos 34 pontos, mesma pontuação do Cruzeiro, que está na 6ª posição. O Flamengo se manteve no G6, na 5ª colocação, com 35 pontos. Mais: a vitória quebrou um jejum de dois anos e meio sem vencer o rival, ou oito jogos. 

O Botafogo agora volta as atenções para a Libertadores. O Alvinegro recebe o Grêmio quarta-feira, no Engenhão, no primeiro jogo das quartas de final do torneio. Já o Flamengo, também na quarta, vai até Santa Catarina enfrentar a Chapecoense pela Copa Sul-Americana.

O jogo: eficiência alvinegra nos pés (e na cabeça) de Roger

O primeiro tempo teve script parecido com os jogos da semi-final da Copa do Brasil, com o Flamengo controlando a partida. Mas dessa vez, o Botafogo se soltava mais e tinha bons contra-ataques. A primeira boa jogada foi do Alvinegro. Aos 17 minutos, Valencia passou para

Roger, que livre, girou e bateu para fora. No minuto seguinte, resposta do Fla: Guerrero, de falta, exigiu grande defesa de Gatito.

Os dois goleiros se destacaram, mas quase se tornaram vilões. Diego Alves driblou Matheus Fernandes, que chegou a tocar na bola, na pequena área. E Gatito errou um passe no pé de Éverton Ribeiro. Mas passado os sustos, o ritmo do jogo era bom e com chance para os dois times.

Aos 34 minutos, em um rápido contra-golpe do Botafogo, Valencia colocou a bola na cabeça de Roger, na pequena área. Mas Diego Alves, no reflexo, salvou o Rubro-Negro. A resposta veio imediatamente, em um dos muitos erros de passe do Alvinegro no meio-campo na primeira etapa. A bola sobrou para Guerrero, que mesmo pressionado bateu colocado, assustando Gatito.

No final do primeiro tempo, dois chutes de fora, um para cada lado: aos 43, Pimpão tirou três marcadores e bateu de chapa, mas a bola foi longe do gol rubro-negro. Matheus Sávio, aos 46, também não levou perigo ao gol de Gatito.

O segundo tempo começou como a primeira parte do jogo: agitado. Aos três minutos, Matheus Sávio e Éverton Ribeiro, pelo Flamengo, e Roger, pelo Botafogo, já haviam arriscado bons chutes.

Mas foi pelo alto que o Alvinegro abriu o placar, aos 10. Leo Valencia cobrou o escanteio, Igor Rabello cabeceou na trave, mas a bola sobrou limpa para Roger, e o artilheiro do Botafogo fez 1 a 0.

O jogo era frenético, mas o roteiro era o mesmo. O time de Rueda pressionava e o de Jair levava perigo no contra-ataque. Aos 15, Guerrero perdeu boa chance na pequena área. A bola sobrou para o peruano, que demorou a chutar e acabou desarmado por Marcelo.

Aos 23, o Bota ampliou. Bruno Silva centrou e Roger, na pequena área, precisou apenas de um toque para marcar o seu segundo gol no jogo, praticamente matando a partida. O treinador colombiano Rueda mexeu, colocou os titulares Berrio, Arão e Éverton, mas o Flamengo esbarrou na boa marcação do Botafogo e não conseguiu mexer o placar. Dessa vez, Jair levou a melhor.

Fonte      http://odia.ig.com.br/esporte/2017-09-10/sem-perdao-roger-decide-e-botafogo-vence-o-flamengo-no-engenhao.html

Comente através do facebook:
ENQUETE »
Você é favorável a pena de morte?

FOTO NOTÍCIA
:: MT24Horas - Todos os direitos Reservados - Copyright 2017 ::