Boa tarde, Terça-Feira, 21 de Novembro de 2017
VISITA AO PAIAGUÁS
Campeões brasileiros de Taekwondo, jovens mato-grossenses destacam importância do esporte
O projeto nos ensina a ter ética, zelar pelos nosso compromissos e andar no caminho certo”.
09/10/2017 - 20h03 - Fonte: Gcom-MT

Jovens mato-grossenses que se sagraram campeões brasileiros de Taekwondo estiveram, nesta segunda-feira (09.10), no Palácio Paiaguás, acompanhados de pais e equipe técnica.  Ao receber a equipe campeã, formada por crianças e adolescentes entre 7 e 19 anos que trouxeram para o estado 17 medalhas de ouro, 24 de prata e sete de bronze, superando competidores de outros 22 estados, o governador Pedro Taques destacou que os atletas são um orgulho para Mato Grosso. “O esporte é importante para que estes jovens não entrem no mundo do crime, das drogas, além de ajudar no desenvolvimento intelectual de crianças e adolescentes”, destacou o governador.  

Muitos destes jovens praticam o Taekwondo por meio do  programa social Rede Cidadã. Este é o caso de Julio Cesar Gomes Cavalcante, de 13 anos, que conquistou a medalha de prata no Campeonato Brasileiro, realizado em São Paulo, no mês de setembro. O adolescente começou a lutar em uma academia particular, mas devido a problemas financeiros se transferiu para o projeto do governo estadual. “O Rede Cidadã não foca no dinheiro e sim na formação do caráter e na experiência de vida. O projeto nos ensina a ter ética, zelar pelos nosso compromissos e andar no caminho certo”.

Sobre o Taekwondo, esporte que já trouxe 20 medalhas para a coleção de Julio, inclusive uma medalha de ouro conquistada na última edição da Copa América, ele diz: “É minha vida. Sem o Taekwondo eu não teria as oportunidades que tenho hoje, não poderia ir para fora e conhecer tantos lugares novos”.

Outro adolescente integrante do Rede Cidadã, Lucas Souza, de 13 anos, começou a praticar o Taekwondo com seis anos de idade. Medalha de bronze no Campeonato Brasileiro, ele esteve na visita à sede do Executivo acompanhado da mãe, a assistente social Nilda Souza.

“O meu filho sempre foi um exemplo em casa e o taekwondo  trabalha muito a disciplina. O Rede Cidadã é um projeto muito bom, que desenvolve as crianças”, diz Nilda, comemorando a medalha pendurada no pescoço de Lucas. O jovem atleta ressaltou que o esporte lhe rendeu muitas amizades que serão guardadas para toda a vida. “Participar do campeonato foi uma experiência maravilhosa, somos como uma família”, disse.

O esporte é uma das principais formas de interação social. O jovem João Antonio da Silva, de 11 anos, viu no taekwondo a forma de vencer a discriminação, causada pelo problema de baixa visão. Medalha de ouro no Campeonato Brasileiro, o pequeno atleta é um colecionador de títulos, não se deixando intimidar pelos 50% de visão a menos que possui.

“João sofria muito discriminação na escola por parte dos outros coleguinhas por não conseguir acompanhá-los nos esportes. Foi procurando um esporte que ele se adaptasse, mesmo com o problema da visão, que descobrimos o taekwondo, que ele luta se orientando pelo vulto. Começamos a treinar sem o óculos e ele foi conquistando vários campeonatos. Ele mostrou que é capaz, é o orgulho da família”, diz o pai Antônio Carlos da Silva.

Comente através do facebook:
ENQUETE »
Você é favorável a pena de morte?

FOTO NOTÍCIA
:: MT24Horas - Todos os direitos Reservados - Copyright 2017 ::