Bom dia, Sexta-Feira, 19 de Janeiro de 2018
COAÇÃO A TESTEMUNHAS
PF deflagra mais uma fase da Ararath; deputado Mauro Savi é alvo
Inquérito da Polícia Federal e MPF identificou tentativa de embaração à investigação
15/12/2017 - 09h25 - Fonte: Midia news

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta sexta-feira (15), a Operação Cocite, a 15ª fase da Ararath.

A operação foi deflagrada na manhã desta sexta-feira

Um dos alvos é o deputado estadual Mauro Savi (PSB), segundo fontes ouvidas pela reportagem.

O telefone celular do parlamentar foi apreendido.

Os policiais chegaram ao gabinete de Savi por volta das 7 horas, a procura do deputado. Como ele não estava, dirigiram-se para a casa do parlamentar em Cuiabá, onde apreenderam seu celular.

A investigação foi realizada em conjunto com o Ministério Público Federal.

Estão sendo cumpridos seis mandados de busca e apreensão expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região.

O inquérito apura crimes de coação no curso do processo e embaraço a investigação de infração penal de organização criminosa.

As penas previstas variam de 1 a 4 anos e de 3 a 8 anos de reclusão, respectivamente.

O nome

Cocite é uma das estruturas do Inferno concebido por Dante Alighieri, na obra “Divina Comédia”.

O lago Cocite representa, segundo o escritor italiano, a traição. Curiosamente, o lago vem exatamente depois do vale Malebolge, que é uma das fases anteriores da Operação Ararath, e que se refere ao pecado da fraude.

Como era a última estrutura, a traição (Cocite) era o pior dos pecados.

Num ambiente medieval onde tudo era atribuído ao poder divino, Dante propôs a inversão da lógica: era o homem quem decidia seu futuro com suas ações. Se traísse, iria para o lago Cocite. Se não traísse, tinha uma chance de subir ao paraíso.

Outro lado

A assessoria de Mauro Savi já divulgou nota. Leia abaixo:

"O deputado estadual Mauro Savi esclarece que não é investigado em qualquer fase da Operação Ararath, da Polícia federal.

O mandado de busca e apreensão expedido pelo Tribunal Regional Federal - TRF 1 – foi para busca do aparelho de celular do parlamentar. 
 

A assessoria jurídica irá apurar o motivo da busca e apreensão do aparelho telefônico.

Mauro Savi está tranquilo e a disposição da justiça para qualquer esclarecimento."

Comente através do facebook:
ENQUETE »

FOTO NOTÍCIA
:: MT24Horas - Todos os direitos Reservados - Copyright 2018 ::