Boa tarde, Quarta-Feira, 23 de Maio de 2018
LIFE COACHING
Curso de Liderança e Inteligência Emocional beneficiou quase 100 policiais militares em Cuiabá
Projeto-piloto embasará capacitações similares e formação de multiplicadores em outras unidades da PMMT no Estado
04/05/2018 - 14h57 - Fonte: PMMT

Terminou no final da tarde desta quinta-feira (03.05), com a solenidade de entrega dos certificados e divulgação de uma pesquisa interna, o projeto-piloto do Comando-Geral da Polícia Militar de Mato Grosso sobre liderança e inteligência emocional, financeira e espiritual.

Desenvolvido pela Coordenadoria de Polícia Comunitária e Direitos Humanos da PMMT, o projeto começou com a oferta de um curso básico de liderança e inteligência emocional – life coaching, para um grupo de oficiais e praças lotados no Quartel do Comando Geral (QCG) e unidades do 1º Comando Regional e do Comando Especializado em Cuiabá.

Entre os meses de março e abril deste ano, 115 policiais, divididos em quatro turmas, tiveram aulas e interagiram sobre Inteligência Emocional, Inteligência Financeira, Liderança, Crenças, entre outros temas. Eles puderam conhecer e aprender mais sobre autoconhecimento, fé, diferentes tipos de temperamento, potencial pessoal e profissional e o poder da comunicação nas relações de trabalho, de família e de amizade.

A pesquisa realizada e os depoimentos dos participantes apontam resultados surpreendentes do curso sobre os policiais. No lado pessoal, 66,7% disseram se despertaram principal para a necessidade e importância do autoconhecimento. Já sobre liderança, 80,8% responderam que aprenderam, entre outras questões, que crenças limitantes bloqueiam o crescimento profissional. Para 44,9% o curso mostrou a precisam melhorar a maneira de se comunicar para melhor se relacionar.

A mesma pesquisa trouxe também depoimentos como os que seguem: “percebi o quanto somos influenciados por tudo o que nos é apresentado, mas também que devemos abrir nossa visão e buscar o conhecimento”, “o curso é excelente, aprendi muito sobre como a pessoa que sou e as responsabilidades dentro da instituição policial militar”; “estou refletindo mais sobre os propósitos da vida, sobre quem sou e até o que o dinheiro representa para mim”, “iniciei aqui um caminho de autoconhecimento”.

A coordenadora de Polícia Comunitária e Direitos Humanos da PMMT, tenente-coronel Rosalina Gomes de Pinho, disse que ao elaborar e apresentar o projeto deste curso pensou, antes de tudo, em compartilhar o que havia aprendido. Rosalina é formada em coaching e Inteligência Emocional pelo Instituto Destiny e está cursando neurocoaching pela BBCC Instituto Brasil.  

A oficial, que também tem curso de liderança pela Secretaria de Segurança Pública(Sesp), observa que a proposta é estimular e desenvolver o potencial pessoal e profissional do policial militar. Ela entende que ao melhorar a qualidade de vida estarão otimizando resultados.  

Na análise de tenente-coronel Rosalina, a pesquisa e os depoimentos comprovam a diferença que o curso pode fazer na vida pessoal e profissional das pessoas. “Aconteceu comigo, por isso senti necessidade de compartilhar o que aprendi”, completou.

Para o comandante-geral da PM, coronel Marcos Vieira da Cunha, esse comprova que todas as pessoas têm habilidades que muitas vezes desconhecem e que, claro, podem ser desenvolvidas. “Temos que acreditar no nosso potencial e em Deus”, pontuou.

Cunha anunciou que o projeto será estendido a outros policiais militares em Mato Grosso. Está sendo desenvolvo um plano que prevê a oferta do curso básico para novas turmas, com conteúdo similar a esse primeiro. E ainda, de formação de multiplicadores, ou seja, policiais que vão treinar outros policiais para que possam ministrar o curso.

Comente através do facebook:
ENQUETE »
Em sua opinião estamos em um momento de crise financeira ou crise politica no Brasil?

FOTO NOTÍCIA
:: MT24Horas - Todos os direitos Reservados - Copyright 2018 ::