Boa noite, Segunda-Feira, 18 de Junho de 2018
PORTO ALEGRE DO NORTE
Polícia Civil identifica quadrilha de furto de gados
Conforme o delegado Marcello Maidame, todos os envolvidos são funcionários da fazenda e certamente utilizaram-se do abuso de confiança para prático dos delitos.
28/05/2018 - 10h46 - Fonte: Assessoria | PJC-MT

 

Uma investigação conduzida pela Delegacia de Polícia de Porto Alegre do Norte (1.125 km a Nordeste) identificou uma quadrilha, que agia no furto a gados e venda ilegal da carne dos animais abatidos no município.  

A investigação iniciou na quinta-feira (24/05) quando a vítima de uma grande propriedade rural registrou boletim de ocorrência na delegacia comunicando furtos de bovinos no período noturno. Algumas carcaças de animais foram encontradas com vestígios de disparo de arma de fogo.

A investigação iniciou na quinta-feira (24/05) quando a vítima de uma grande propriedade rural registrou boletim de ocorrência na delegacia comunicando furtos de bovinos no período noturno. Algumas carcaças de animais foram encontradas com vestígios de disparo de arma de fogo.

Em diligências, investigadores da Polícia Judiciária Civil, apreenderam na sexta-feira (26/05), na distribuidora de bebidas de propriedade de José Amilton Gomes da Silva (conhecido como “Zeca”) carnes do animal furtado da referida fazenda, além de carne de animal silvestre.

Os investigadores descobriram ainda que foi utilizado no transporte do animal abatido uma caminhonete e uma carretinha e que os furtos contaram com a participação de outras três pessoas: V.M.M, e E. S.M, N.C.S.

Conforme o delegado Marcello Maidame, todos os envolvidos são funcionários da fazenda e certamente utilizaram-se do abuso de confiança para prático dos delitos. O delegado não descartou a possibiliade de outros envolvidos na investigação que está em curso. 

Nas residências dos suspeitos também foram localizadas carnes dos animais furtados, além de uma espingarda calibre 38, que seria utilizada para cometer os ilícitos.

Ainda de acordo com o delegado, a vítima registrou a falta de pelo menos mais 21 cabeças de gado que desapareceram da propriedade, sendo que algumas reses foram subtraídas por meio de abate no próprio pasto.

José Amilton foi preso em flagrante e em interrogatório confessou o crime sendo encaminhado para Cadeia Pública de Porto Alegre do Norte, ficando a disposição da Justiça. Os demais suspeitos encontram-se foragidos.

Comente através do facebook:
ENQUETE »
Em sua opinião estamos em um momento de crise financeira ou crise politica no Brasil?

FOTO NOTÍCIA
:: MT24Horas - Todos os direitos Reservados - Copyright 2018 ::