Boa tarde, Sexta-Feira, 15 de Dezembro de 2017
Operação
Polícia Civil deflagra operação para prender 17 ladrões de bancos
04/05/2017 - 15h48 - Fonte: Gcom - MT

Foi deflagrada nesta quinta-feira (4) a Operação Luxus, para cumprir 22 mandados de prisão preventiva  e 14 buscas e apreensão pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), da Polícia Judiciária Civil. O objetivo é prender 17 membros de uma organização criminosa que agiu em roubos e furtos de, pelo menos, 10 agências bancárias do Estado de Mato Grosso.

Alguns dos alvos tiveram mais de um mandado de prisão decretados pela Sétima Vara Criminal e também pela Vara Criminal da comarca de Poconé (104 km ao Sul), em três inquéritos, sendo o primeiro referente ao roubo ao Banco do Brasil, da Avenida Pernanbuco, bairro Morada da Serra II, em 13 de novembro de 2016; o segundo do furto qualificado ao Banco do Brasil de Poconé, ocorrido no dia 5 de fevereiro de 2017, e o terceiro inquérito pelo crime de organização criminosa.

Os bandidos promoviam a quebra da parede e o desligamento do alarme de  bancos. Uma vez dentro da agência, subtraiam valores do cofres. As ações foram praticadas, geralmente, aos finais de semana, deixando um rastro de destruição nas instalações físicas das agências e a população sem os serviços bancários.

As ordens de prisões seguidas de busca e apreensão estão sendo cumpridas por equipes de mais de 70 policiais civis, nas cidade de: Cuiabá, Várzea Grande e Poconé (104 km ao Sul). A ação conta com apoio do Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPAER), da Secretaria de Segurança Pública.

A operação leva o nome "Luxus", em razão da ostentação dos membros nas redes sociais, com fotos e vídeos de viagens de luxo, veículos importados e passeios suntuosos. "Não fazem a menor questão de esconder a 'saúde' financeira advinda das práticas espúrias", disseram o delegado do GCCO, Diogo Santana Souza.

Todo o trabalho de investigação contou com a colaboração da Diretoria de Inteligência da Polícia Civil e das Delegacias Especializada de Roubos e Furtos (Derf's), de Várzea Grande e Rondonópolis e Sistema Prisional, por meio da direção da Penitenciária Regional Major Eldo de Sá Corrêa (Mata Grande) de Rondonópolis.

Outros detalhes da investigação serão apresentados em coletiva de imprensa às 10h, no auditório da Diretoria Geral da Polícia Judiciária Civil, na Avenida Coronel Escolástico, em Cuiabá.

Comente através do facebook:
ENQUETE »

FOTO NOTÍCIA
:: MT24Horas - Todos os direitos Reservados - Copyright 2017 ::