Boa noite, Quarta-Feira, 17 de Janeiro de 2018
PESQUISAS E INDICADORES
Seplan divulga dados sobre mercado de trabalho em MT
Dados são referentes ao terceiro trimestre de 2017
18/12/2017 - 15h06 - Fonte: Seplan

A Secretaria de Planejamento de Mato Grosso (Seplan) divulgou nesta segunda-feira (18.12) a segunda edição dos indicadores mais recentes sobre a situação do Estado com relação ao mercado de trabalho, entre outras temáticas.

As estimativas correspondem ao primeiro trimestre de 2012 até o terceiro trimestre de 2017 e tem como objetivo traçar o perfil da população quanto à idade de trabalhar, força de trabalho, pessoas ocupadas, desocupadas e fora de força de trabalho. Os indicadores foram distribuídos em três aspectos: População, Força de Trabalho e Rendimentos.

O estudo apresenta ainda resultados para as unidades territoriais do Brasil e do Centro-Oeste. No recorte estadual, a Região Metropolitana do Vale do Rio Cuiabá (exceto Cuiabá) e a capital Cuiabá isoladamente também foram detalhadas.

Os dados fazem parte de um levantamento realizado pela Coordenadoria de Métodos Estatísticos, de Pesquisa e Indicadores, unidade vinculada à Secretaria Adjunta de Informações Socioeconômicas, Geográficas e Indicadores da Seplan. E utiliza como base, exclusivamente, dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), elaborada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Nesta nova edição, todos os aspectos relacionados aos rendimentos foram reformulados, levando-se em conta os rendimentos reais e não mais os nominais. A novidade é que também foi disponibilizada a versão do documento no formato audiobook inclusivo para pessoas com deficiência visual.

População

Os dados sobre população mostram crescimento de 9.299.000 milhões de pessoas no Brasil, que passou de 197.971.000 milhões para 207.270.000 no período analisado. A população da região Centro-Oeste e de Mato Grosso também cresceu. No Centro-Oeste passou de 14.561.000 para 15.782, e em Mato Grosso de 3.074.000 para 3.299.000.

A distribuição da população segundo os gêneros homem e mulher mostrou que o universo da população de mulheres aumentou nas três unidades territoriais do primeiro trimestre de 2012 para o terceiro trimestre de 2017. De forma geral, observou-se em todas as regiões um crescimento em torno de 0,075%.

Força de trabalho

A população em Idade Ativa no Brasil, ou seja, pessoas com 14 anos ou mais de idade, cresceu 18,48%. Em Mato Grosso, no primeiro trimestre de 2012, esse número era de 2.202.921 e ao final do período, terceiro trimestre de 2017, somava 2.622.863 pessoas, representando crescimento de 19,06%.

No mesmo intervalo de tempo, na capital Cuiabá, a população ativa era de 406.440 pessoas e ao final do período somava 478.254 pessoas, representando crescimento de 17,66%.

Rendimentos

Quanto ao rendimento médio real, habitualmente recebido por mês e efetivamente recebido no mês de referência, do trabalho principal e de todos os trabalhos (em reais) do conjunto das regiões, com exceção do Brasil, sofreu leve variação negativa no período analisado.

Os valores do rendimento médio real do Centro-Oeste, que no primeiro trimestre de 2012 eram de R$ 2.372,00, reduziu para R$ 2.308,00 no final do terceiro trimestre de 2017, representando perda real de rendimento de 2,70%. Em Mato Grosso, no primeiro trimestre de 2012 era de R$ 2.146,00 e no final do terceiro trimestre de 2017 reduziu para R$ 2.105,00, representando perda real de rendimento de 1,91%.

Já em Cuiabá, enquanto o valor do rendimento médio real no primeiro trimestre de 2012 era de R$ 2.808,00, no final do terceiro trimestre de 2017 reduziu para R$ 2.682,00, representando uma perda de rendimento real de 4,49%.

Para ter acesso à íntegra do Boletim da Seplan, clique aqui.

Comente através do facebook:
ENQUETE »

FOTO NOTÍCIA
:: MT24Horas - Todos os direitos Reservados - Copyright 2018 ::