Bom dia, Quarta-Feira, 20 de Junho de 2018
PROTESTO SEGUE
Caminhoneiros ignoram acordo e mantêm 29 bloqueios em MT
Vinte e seis trechos de rodovias em Mato Grosso permanecem bloqueados, de acordo com a PRF
25/05/2018 - 08h21 - Fonte: Midia News

Mesmo após o anúncio de um acordo com o Governo Federal na noite de quinta-feira (24) - para suspender a paralisação por 15 dias -, caminhoneiros mantêm nesta sexta-feira (25) bloqueios em 29 trechos de rodovias em Mato Grosso.

Segundo o ministro Eliseu Padilha, das 11 entidades que participaram das negociações, apenas a União Nacional dos Caminhoneiros não concordou com os termos.

No entanto, o representante do setor no Estado, Gilson Baitaca, que acompanhou a reunião realizada com ministro, relatou que a informação não é verdadeira, e que apenas duas ou três entidades assinaram o acordo.

“Passaram a tarde fazendo discursos, apelando, implorando para o setor ceder e dar uma trégua. O setor não cedeu, não deu trégua porque ainda há itens da pauta que não foram atendidos. Os dois itens mais importantes não foram atendidos, que é a redução do preço do combustível, através da isenção do Pis/Cofins, e o projeto 121/17, que são os dois principais pontos”, disse. O projeto cria uma política de preços mínimos para o transporte de cargas no Brasil.

“Então não houve nenhum acordo. O Governo pegou a assinatura de duas ou três entidades e soltou na imprensa que houve um acordo a fim de estabelecer uma trégua e não houve. Eu estava o tempo todo junto. Eu e mais dez companheiros, todos gravando áudios e vídeos para soltar nas redes sociais. Nós vamos aguardar a votação no Senado. Se não aprovar no Senado, não existe trégua e muito menos parar a mobilização”, afirmou.

A categoria é protesta contra os aumentos constantes do óleo diesel, cujo preço estaria tirando a rentabilidade do setor.

A paralisação

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) confirmou que continuam bloqueados 29 trechos federais que cortam Mato Grosso.

Desde a quarta-feira o protesto já vem trazendo conseqüências para moradores de Cuiabá e interior do Estado.

Apenas carros de passeio, ambulâncias, ônibus, cargas vivas e perecíveis estão sendo autorizados a seguir viagem.

A informação de que gasolina, etanol e diesel estavam em falta na Capital provocou filas gigantescas de veículos nos postos de combustível.

O setor alimentício também já estão demonstrando preocupação com a falta de produtos.

 

Outro reflexo do movimento dos caminhoneiros é a possível paralisação de 100% da frota do transporte coletivo.

 

No começo da tarde de ontem, as empresas de Cuiabá reduziram pela metade a circulação dos veículos.

 

Confira os trechos bloqueados:

 

 01) EM CUIABÁ, BR 070 NO KM 504

02) EM CUIABÁ, BR 364 NO KM 398

03) EM CAMPO VERDE, BR 070 NO KM 383

04) EM JACIARA, BR 364, NO KM 269

05) EM RONDONÓPOLIS, BR 364 NO KM 200

06) EM RONDONÓPOLIS, BR163 NO KM 119

07) EM ALTO GARÇAS, BR 364, KM 56

08) EM CÁCERES, BR 070, KM 735

09) EM DIAMANTINO, BR 364 NO KM 613

10) EM NOVA MUTUM, BR 163 NO KM 593

11) EM CAMPO NOVO DO PARECIS, BR 364, NO KM 878

12) EM PRIMAVERA DO LESTE, BR 070 NO KM 276 

13) EM PRIMAVERA DO LESTE, BR 070 NO KM 282

14) EM CAMPO VERDE, BR 070, NO KM 376

15) EM LUCAS DO RIO VERDE, BR 163, NO KM 691

16) EM LUCAS DO RIO VERDE, BR 163, NO KM 686

17) EM SINOP, BR 163, NO KM 821

18) EM SORRISO, BR 163, NO KM 746

19) EM SORRISO, BR 163, NO KM 750

20) EM GUARANTÃ DO NORTE, BR 163, NO KM 1067

21) EM MATUPÁ, BR 163, KM 1042
   
22) EM PONTES E LACERDA, BR 174 NO KM 288

23) EM CAMPOS DE JÚLIO, BR 364 NO KM 1191

24) EM SAPEZAL, BR 364 NO KM 1120

25) EM COMODORO, BR 174 NO KM 488

26)  EM BARRA DO GARÇAS, BR 070 NO KM 005

27) EM ÁGUA BOA, BR 158, NO KM 564

28) EM CONFRESA, BR 158, NO KM 130

29) EM NOVA XAVANTINA, BR 158, NO KM 650

 

Comente através do facebook:
ENQUETE »
Em sua opinião estamos em um momento de crise financeira ou crise politica no Brasil?

FOTO NOTÍCIA
:: MT24Horas - Todos os direitos Reservados - Copyright 2018 ::