Boa noite, Sábado, 26 de Maio de 2018
BOMBEIROS
Voltar Batalhão de Várzea Grande passa por troca de comando
O batalhão ainda é responsável pela unidade presente no Aeroporto Marechal Rondon, item de segurança essencial para o seu funcionamento.
02/02/2018 - 10h12 - Fonte: CBMMT

Autoridades do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso e do município de Várzea Grande estiveram presentes na troca de comando do 2º Batalhão de Bombeiro Militar, que atente a cidade e municípios vizinhos. O 2º BBM foi comandado, de 2015 até esta quinta-feria (01.02), pelo major BM Danilo Cavalcante, que agora passa o comando para o major Mário Henrique Faro.

O major Cavalcante, ao deixar o posto, agradeceu à tropa pelo serviço prestado nesse período, ressaltou o clima leve de convívio entre os militares, apesar dos desafios muitas vezes tão pesados do dia a dia. O major Faro, que agora assume o comando do 2º BBM, ocupava a posição de chefe da Secretaria de Promoção do Setor de Gestão de Pessoas do CBMMT. Para ele “a experiência na administração no Comando Geral ajuda a compreender as necessidades da tropa em finanças e logística. É um desafio manter as realizações do major Cavalcante e melhorar o que já funciona”.

O comandante-geral adjunto, coronel BM César Viana de Brum, falou sobre os dados apresentados pela Diretoria Operacional do CBMMT, que demonstram um aumento significativo das ações da corporação. “As 5.647 ações a mais demonstram o aumento da capacidade de resposta do CBM, graças a um planejamento de gestão, e o maior envolvimento da instituição com outras demandas da sociedade além das ocorrências”, afirmou o coronel.

Major Faro é bacharel em Direito e possui a formação necessária para comandar o 2º maior batalhão do estado, com 112 militares. O batalhão ainda é responsável pela unidade presente no Aeroporto Marechal Rondon, item de segurança essencial para o seu funcionamento. Também funciona no 2º BBM o canil do Corpo de Bombeiros Militar que treina e aplica os cães em operações de busca e salvamento.

O comandante-geral do CBMMT, coronel BM Alessandro Borges, destacou que é salutar para a instituição e para as unidades a troca de comando. “Temos um período para executarmos a nossa atividade, esse prazo nos dá a noção de que não temos todo o tempo, nos dá urgência em realizar. Com planejamento e trabalho é possível elevar a tropa e finalizar a missão”, afirmou o comandante.

Comente através do facebook:
ENQUETE »
Em sua opinião estamos em um momento de crise financeira ou crise politica no Brasil?

FOTO NOTÍCIA
:: MT24Horas - Todos os direitos Reservados - Copyright 2018 ::