Boa tarde, Segunda-Feira, 23 de Abril de 2018
POLITICA
'Meu partido hoje é Pedro Taques’, diz secretário Domingo Sávio
O presidente queria a independência, os deputados não.
15/04/2018 - 18h58 - Fonte: Olhar Direto

Recém-saído do PSD, após decidir não cumprir a determinação da sigla de abandonar seu cargo no governo, o secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Domingos Sávio declarou que seu partido agora se chama ‘Pedro Taques’ e garantiu estar à disposição do governador.

Sobre sua saída do PSD, fruto de exigência da direção do partido e do presidente da Executiva Regional, Carlos Fávaro, que assumiu a independência perante o governo no início deste mês, Domingos Sávio afirmou enxergar que pode contribuir bastante para a população trabalhando no governo e acredita que sua saída não trará prejuízos a sigla.

“Eu já entreguei minha desfiliação do partido. Entendo que lá na secretaria eu posso entregar bons resultados para a população de Mato Grosso, por isso vou permanecer no cargo. Não houve mágoa e partido é isso. Uns concordam, outros não. Alguns prefeitos tinham a posição de manter com o governo, outros não. O presidente queria a independência, os deputados não. Vejo isso com naturalidade e não vou atrapalhar o caminho do partido”, explicou.

Indagado sobre a filiação em uma nova sigla, o secretário destacou que não irá disputar nenhum cargo na eleição de outubro e que vai se dedicar apenas a contribuir com o governo de Pedro Taques, independente do cargo que assumir daqui para frente.

“Não sou candidato e não há a necessidade que eu estude a ida a um novo partido agora. Meu partido hoje é Pedro Taques. Já recebi convites do PSB através do Max, do Patriota do Daltinho, do PPS do Marrafon. Recebo isso com muita gratidão, mas não é o momento, vou cuidar de fazer boas entregas agora. Para onde o governador me designar estarei a disposição”, concluiu.

O governador Pedro Taques (PSDB), decarou na semana passada, após a recusa de Domingos Sávio de deixar a Secitec, que ele irá permanecer no primeiro escalão do governo, porém em outra função. Nos bastidores existe a conversa de que ele pode ser remanejado para a chefia da Casa Civil. 

Comente através do facebook:
ENQUETE »
Em sua opinião estamos em um momento de crise financeira ou crise politica no Brasil?

FOTO NOTÍCIA
:: MT24Horas - Todos os direitos Reservados - Copyright 2018 ::