Bom dia, Domingo, 20 de Maio de 2018
BOAS PRATICAS
Empaer promove curso de manipulação de alimentos para feirantes
Durante a aula, os participantes receberam informações básicas de higiene e manipulação de alimentos consumidos nas feiras-livres, como pastel, caldo de cana e salgados.
07/05/2018 - 15h13 - Fonte: Empaer/MT

A Secretaria de Agricultura do município de Querência (945 km a Noroeste de Cuiabá), em parceria com a Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), realizou o Curso de Boas Práticas e Manipulação de alimentos para Feirantes. Durante a aula, os participantes receberam informações básicas de higiene e manipulação de alimentos consumidos nas feiras-livres como pastel, caldo de cana, salgados e outros. O evento teve como objetivo oferecer alimentos seguros para o consumo humano.

O curso foi ministrado pela nutricionista da Empaer, Aryanne Coelho, que apresentou as normas do Ministério da Saúde que determinam procedimentos básicos que devem ser adotados para garantir as condições higiênicas adequadas dos alimentos. Foram passadas orientações sobre como manipular os alimentos, cuidados com a higiene pessoal, higienização das mãos, uso adequado dos utensílios e como conservar os produtos, cuidados com os resíduos produzidos e como descartá-los corretamente, entre outros. 

De acordo com Aryanne, as boas práticas são procedimentos que devem ser adotados por serviços de alimentação a fim de garantir a qualidade higiênico-sanitária e a conformidade dos alimentos com a legislação sanitária. Além disso, envolve todas as operações efetuadas sobre a matéria prima para obtenção e entrega ao consumo do alimento preparado, envolvem as etapas de preparação, embalagem, armazenamento, transporte, distribuição e exposição à venda. “A partir deste evento, espera-se valorizar o pequeno produtor local e seu produto, e também a geração de renda e abertura de mercado aos produtos provenientes da agricultura familiar”, enfatiza.

A feirante Isabel Cristina dos Santos participou do curso e disse que as informações recebidas foram importantes para reforçar os cuidados, pois, segundo ela, as práticas de higiene serão adotadas em seu estabelecimento. “Trabalho na feira há quatros anos e vendo frutas, verduras, frango, pães, queijos e doce de leite. Avisei meus fornecedores de laticínios para apresentar na Secretaria de Agricultura toda vacina aplicada no gado”, afirmou Cristina.

Da mesma maneira vai procurar proceder a futura feirante Cláudia de Freitas Camargo que se prepara para comercializar verduras e bolinhos de arroz, milho, mandioca e outros produtos similares. Ela acredita que até o fim do mês de maio estará vendendo na feira do município. “O curso mostrou os cuidados que devemos ter com a manipulação dos alimentos que será consumido por um grande número de pessoas. Na minha barraca vou aplicar boas práticas de higiene”, esclarece Cláudia.

O curso foi realizado nos dias 25 e 26 de abril, no Sindicato do produtor Rural e contou com a participação de 33 feirantes.

 

 

Comente através do facebook:
ENQUETE »
Em sua opinião estamos em um momento de crise financeira ou crise politica no Brasil?

FOTO NOTÍCIA
:: MT24Horas - Todos os direitos Reservados - Copyright 2018 ::