Boa tarde, Quarta-Feira, 23 de Maio de 2018
AMBULÂNCIAS DO SAMU
Em ato, Taques diz “não ser Deus” para zerar problemas da Saúde
Oito veículos novos foram entregues em solenidade no Palácio Paiaguás, nesta sexta-feira
11/05/2018 - 11h55 - Fonte: Midia News

O governador Pedro Taques (PSDB) fez um “mini balanço” das ações realizadas na saúde pública do Estado durante a sua gestão e reconheceu e que o Governo ainda precisa avançar nesta área.

O governador Pedro Taques, durante ato de entrega de ambulâncias

O chefe do Executivo pontuou, no entanto, que não tem condições de resolver todos os problemas, já que, segundo ele, muitas ações deixaram de ser realizadas nas gestões passadas e algumas áreas acumulam déficit de 50 anos.

“Estamos trabalhando todos os dias pra melhorar a Saúde do Estado de Mato Grosso. Vejam a Farmácia de Alto Custo, por exemplo, está com 80% de estoque. Tenho absoluta certeza que muito precisa ser feito, mas sou governador do Estado, não sou Deus pra resolver todos os problemas de Mato Grosso em três anos e quatro meses”, disse Taques.

A declaração foi dada na manhã desta sexta-feira (11), durante entrega de oito novas ambulâncias do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

Segundo o governador, desde o ano de 2004 o Samu não recebia veículos novos.

“Hoje é um dia muito importante. Estamos entregando oito novas ambulâncias para o Samu depois de 14 anos. As últimas foram adquiridas em 2004. De lá pra cá, nada foi feito no Samu. Agora, o Governo Federal está entregando três e nós estamos entregando cinco. Com isso, renovamos em 100% a frota de Cuiabá e Várzea Grande”, disse.

“Isso mostra a preocupação que temos com a saúde pública de nosso Estado. Precisamos melhorar? Sim. Reconhecemos que precisamos melhorar muito. Mas estamos superando o déficit de muito tempo”, afirmou.

UTIs

Questionado, o governador também falou sobre as entregas de novas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) no Estado.

Segundo ele, desde que assumiu o Paiaguás foram inauguradas 204 UTIs em Mato Grosso.

“Em cinco anos, de 2014 para trás, foram instaladas 57 UTIs. Nós, em três anos, instalamos 204. Não dá tempo pra fazer tudo. Não temos dinheiro pra fazer tudo. Existe déficit, mas esse déficit é de 50 anos no Estado de Mato Grosso. Eu sou governador há 3 anos apenas”.

Taques afirmou ainda que até o mês de junho, o Estado deve retomar a realização de transplantes de rins.

“Desde 2016 estamos trabalhado para que possamos retomar a realização de transplante renal em Cuiabá. Só falta um documento no Ministério da Saúde. A vigilância sanitária já resolveu. Ainda em junho, nós retomamos o transplante renal em Mato Grosso”, concluiu o governador.

Comente através do facebook:
ENQUETE »
Em sua opinião estamos em um momento de crise financeira ou crise politica no Brasil?

FOTO NOTÍCIA
:: MT24Horas - Todos os direitos Reservados - Copyright 2018 ::