Boa noite, Segunda-Feira, 06 de Abril de 2020
CRISE NO NINHO
Ex-governador Pedro Taques protocola pedido de desfiliação do PSDB na Justiça Eleitoral
Ficamos sabendo dessa vontade do Taques.
02/03/2020 - 13h55 - Fonte: Olhar Direto

O ex-governador Pedro Taques protocolou na manhã desta segunda-feira (02) pedido de retirada de seu nome do quadro de filiados do PSDB, partido onde milita desde 2015. Sua saída ocorre em meio a rumores de crise entre ele e parte da cúpula tucana em Mato Grosso, que optou por apoiar candidatura de Nilson Leitão ao Senado, na eleição suplementar de abril.  

Os rumores de que Taques sairia do PSDB tiveram início ainda no ano passado, quando ele demonstrou interesse em disputar a vaga que será deixada por Selma Arruda (PODE), cassada por crimes eleitorais.

Em entrevista ao Olhar Direto, o então presidente do PSDB em Mato Grosso, Paulo Borges, disse que apesar da procura de Taques, o partido havia fechado consenso em torno do nome de Nilson Leitão.

Na última quarta-feira (26), o atual chefe do PSDB no Estado, deputado Carlos Avalone, voltou a mencionar uma suposta investida de Taques, que teria ocorrido há cerca de um mês. “Não sabemos se ele irá sair do PSDB ou ficar, ou se ele quer se candidatar. Ficamos sabendo dessa vontade do Taques. E se ele me disser que quer ser candidato, a decisão ficará para o dia da convenção, em 11 de março. Mas, nesse momento o nosso pré-candidato do partido é Nilson Leitão”, frisou, na ocasião.

Um dia após a declaração de Avalone o PSDB convocou coletiva de imprensa para oficializar a candidatura de Leitão. Na presença das principais lideranças do partido em Mato Grosso, o Diretório afirmou que a candidatura de Pedro Taques teria sido descartada após sondagens internas que revelaram alto índice de rejeição do ex-governador.

Nos bastidores, Pedro Taques teria sido convidado pelos partidos Cidadania e Solidariedade para compor suas fileiras. Ele estaria aguardando uma consulta ao Tribunal Eleitoral sobre prazo de filiação para quem deseja disputar a suplementar de abril. O ex-governador ainda não comentou o assunto. 

Comente através do facebook:
ENQUETE »
Como você avalia o presidente Bolsonaro?

FOTO NOTÍCIA
:: MT24Horas - Todos os direitos Reservados - Copyright 2020 ::