Boa noite, Domingo, 22 de Outubro de 2017
PARTO EM COMA
Médicos salvam bebê após fazer parto com professora em coma em MT
26/05/2017 - 15h53 - Fonte: Olhar Direto

 

As últimas horas dos 36 anos de vida da professora Manoela Leão foram todos dedicados ao pequeno Samuel, filho dela, que nasceu após um parto que foi realizado pelos médicos do Hospital São Luiz, em Cáceres (225 Km de Cuiabá) com a paciente em coma. Ela sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) na última segunda-feira (22) e veio a óbito na quinta-feira (25).

A professora sofreu o AVC na segunda-feira e foi encaminhada às pressas para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Luiz. Por conta do estado de saúde dela, os médicos decidiram realizar um parto de emergência, mesmo com a paciente em coma. O pequeno Samuel nasceu de sete meses e passa bem.
 
Porém, os médicos descobriram que além do AVC, a professora ainda teve um aneurisma na região da nuca. Depois do nascimento de Samuel, a irmã de Manoela, Savana Leão, postou em seu Facebook pedidos de oração, já que o estado era delicado. "Seu filho, Samuel, nasceu! Veio antes do tempo, chorando muito, nem parece que tem só 7 meses. Ele queria ficar na proteção da sua barriga, mas sabia que precisava sair para que você reúna forças para levantar. Agora, depende de você, minha irmã. Deus está contigo", postou na terça-feira (23).
 
Manoela permaneceu internada na UTI até a última quinta-feira (25), quando não resistiu e veio a óbito: “Minha irmã descansou. Trabalhou até o fim, mas precisava descansar. Nos confiou a tarefa de cuidar do Samuel e faremos isso, com toda honra, amor e carinho”, postou a irmã, ainda na quinta.
 
A Faculdade Fapan de Cáceres, onde a professora lecionava no curso de Farmácia, lamentou o ocorrido: "Hoje, a nossa querida professora Manoela Leão, do curso de Farmácia da Fapan, veio a falecer nesta madrugada. Manu, como era carinhosamente conhecida, estava internada na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital São Luiz desde o dia 22, quando foi vítima de um AVC (acidente vascular cerebral), ficando em estado grave. Grávida de sete meses, teve o bebê, Samuel, retirado em procedimento de urgência. O bebê passa bem. A Faculdade do Pantanal se solidariza em nome de todos os alunos e colaboradores, e declara luto oficial por 7 dias. Descanse em paz, Manu”.
 
Além do pequeno Samuel, a professora deixa o marido e uma filha de 18 anos. O velório nesta sexta-feira a partir das 19 horas, na Igreja Adventista e o sepultamento amanhã (27) no Cemitério Park dos Ipês.

Comente através do facebook:
ENQUETE »
Você é favorável a pena de morte?

FOTO NOTÍCIA
:: MT24Horas - Todos os direitos Reservados - Copyright 2017 ::