Bom dia, Quarta-Feira, 20 de Junho de 2018
SINOP
Caravana da Transformação comemora 70 mil cirurgias realizadas
O aposentado de 77 anos, morador de Terra Nova do Norte, foi o paciente submetido à cirurgia de catarata número 50 mil do programa do Governo do Estado.
29/05/2018 - 07h07 - Fonte: Mel Mendes | GCom-MT

 

“Gostei dessa Caravana. Tá cheio de gente bonita aqui. Agora eu sei, porque agora eu tô vendo tudo!”, comentou animado o aposentado Wilson Ferreira de Lima ao sair da carreta cirúrgica. Ele foi recebido com festa pela equipe da Caravana da Transformação que comemorava a marca de 70 mil cirurgias oftalmológicas realizadas em todo o Estado.

O aposentado de 77 anos, morador de Terra Nova do Norte, foi o paciente submetido à cirurgia de catarata número 50 mil do programa do Governo do Estado. Há três anos, com muito esforço de seus sete filhos, Wilson conseguiu operar um dos olhos na rede particular, mas não teve condições de fazer a cirurgia do outro olho. “Paguei seis mil reais na época lá em Sorriso. Aí fiquei sem ver nada de um lado e do outro lado, o que fiz a cirurgia, enxergava só uma fumaça. Agora fiz tudo e não gastei nada e ainda fui bem atendido. Nunca tinha visto um programa que ajudasse tanto os pobres, principalmente os idosos”.

Sem enxergar direito há seis anos, ele conta que a vida em sua chácara, onde vive com a esposa, estava difícil. “Eu planto colorau e açafrão pra viver junto com minha mulher. Sem ver as coisas, ficou muito complicado. A vida tava ruim, eu andava ‘no rumo’ e não tinha como carpir, não tinha como cuidar da roça nem nada. Agora vim, operei e teve até festa”, contou enquanto mostrava sorridente a camisa comemorativa que recebeu da equipe da Caravana.

Segundo ele, a reconquista da visão vai lhe devolver a autonomia. “Agora que tô enxergando quero ir em Rondonópolis ver meus parentes. Enxergando eu sou independente, não dependo dos outros, e quero ir lá dar um abraço bem arrochado neles”. Apesar da animação, Wilson promete que vai cumprir todas as orientações da equipe médica.

“Agora vou poder cuidar das minhas coisas e vai mudar muito minha vida. Mas tem que ter os cuidados. Falaram que não pode pegar poeira no olho, tem que usar o remédio e ainda tem as consultas pra fazer. Vou fazer tudo direitinho pra ficar 100%”. Para receber alta médica, os pacientes de catarata são acompanhados em consultas realizadas 24h, sete dias e trinta dias após a cirurgia (veja em detalhes aqui).

14 edições

A iniciativa do Governo do Estado já passou por Barra do Bugres, Peixoto de Azevedo, Canarana, Jaciara, São José dos Quatro Marcos, Porto Alegre do Norte, Alta Floresta, Barra do Garças, Juína, Tangará da Serra, Rondonópolis, Cáceres e Cuiabá. Com a Caravana de Sinop, que teve início no dia 21 de maio e segue até o dia 02 de junho no estacionamento do Estádio Gigante do Norte, o programa alcança 100% dos municípios mato-grossenses, considerando as regiões de saúde do estado.

Em 14 edições o programa atendeu mais de 300 mil pessoas, cerca de 10% da população do Estado, com serviços de cidadania e oftalmologia. Cada cirurgia de catarata na rede privada custa entre R$ 4 mil e R$ 8 mil por olho. Na Caravana, o Governo paga o valor previsto na tabela SUS, de R$ 771 por olho, o que representa uma enorme economia para o cidadão.

“Depois dessa caminhada, podemos afirmar que a caravana é um sucesso. São 50 mil cirurgias de catarata, chegando a 70 mil cirurgias contando a de pterígios e yag laser. Levamos a máquina do Estado para mais próximo das pessoas, formamos uma grande equipe, uma verdadeira rede de atendimento ao cidadão. A Caravana é feita com muito carinho e esforço e formada por gente que tem orgulho de cuidar de nossa gente”, avaliou o coordenador-geral do programa, José Arlindo de Oliveira.

Na caravana de Sinop serão atendidos pacientes de Sorriso, Cláudia, Feliz Natal, Santa Carmem, Ipiranga do Norte, Itanhangá, Lucas do Rio Verde, Nova Maringá, Nova Mutum, Nova Ubiratã, São José do Rio Claro, Santa Rita do Trivelato, Tapurah, Vera, Diamantino, Tabaporã, União do Sul, Nova Santa Helena, Terra Nova do Norte, Colíder, Guarantã do Norte, Marcelãndia, Novo Mundo, Peixoto de Azevedo e Apiacás.

 

Comente através do facebook:
ENQUETE »
Em sua opinião estamos em um momento de crise financeira ou crise politica no Brasil?

FOTO NOTÍCIA
:: MT24Horas - Todos os direitos Reservados - Copyright 2018 ::