Boa noite, Quarta-Feira, 14 de Novembro de 2018
ESPORTES
Lei de incentivo assegura compra de materiais esportivos por Associação de Hockey e Patinação
As aulas da escolinha são ministradas no ginásio da escola estadual Zeni Vieira, no bairro Jardim Ibirapuera.
23/10/2018 - 11h01 - Fonte: 24 horas news

A prefeita Rosana Martinelli (PR) cumpriu, na manhã desse domingo, 21, uma agenda de trabalho junto à Associação Sinopense de Hockey e Patinação in Line. A gestora foi convidada pela entidade para participar da entrega de materiais esportivos adquiridos por meio da Lei de Incetivo ao Esporte e que serão empregados nas atividades gratuitas com as crianças participantes do projeto. Ao todo, foram R$ 15 mil em equipamentos diversos.

À lista de itens estão 30 discos, 20 blades (parte que compõe o taco), 16 caneleiras, 16 cotoveleiras, 6 tacos inteiros. "A Lei de incentivo é para todas as associações que têm projeto e desenvolvam a prática esportiva em nosso município. Aqui está um exemplo da equipe de hockey e que faz um trabalho maravilhoso com crianças e com adultos. Temos uma satisfação em entregar estes materiais de proteção, de treinamento", afirmou Martinelli.

As aulas da escolinha são ministradas no ginásio da escola estadual Zeni Vieira, no bairro Jardim Ibirapuera. Durante a semana, às terças e quintas, o foco são as turmas de patinaçãopara adulto, entre 18h e 19h. Após, das 19h e 20h, ocorre o treinamento da equipe adulta de hockey e que integra o Sinop Storm Hockey. Já aos domingos, das 8h às 10h, os atendimentos contemplam crianças de 6 a 12 anos. 

Como explica a presidente da Associação Sinopense, Adriana Gobatto, a entidade foi criada há oito anos. O projeto de escolinha para adultos e crianças, por sua vez, existe há três. O benefício obtido por meio da Lei de Incentivo ao Esporte representa uma conquista importante e ferramenta para proporcionar saúde e lazer aos participantes. "Pra gente é uma vitória conseguir este incentivo. Nossas crianças, anteriormente, treinavam com equipamentos emprestados. Agora, graças a este incentivo, elas vão poder treinar com equipamentos apropriados, do tamanho delas, proporcionando mais conforto e qualidade nos treinos", comemorou Adriana.

Há pouco mais de um ano a estudante Lorena Ribeiro Minhoto, 9 anos, descobriu o mundo da patinação. Na escolinha, ela aprendeu as primeiras noções e, hoje, sente-se mais segura durante a prática. "É bem divertido patinar porque você aprende várias coisas. Você aprende quando vem para cá", disse Lorena.

Pai de duas meninas, o empresário Cristian Brochier levou as filhas Julia, 11, e Rafaela, 5, para participarem da primeira aula de patinação nesse domingo, 21. "Já venho acompanhando há bastante tempo o projeto. As duas [meninas] gostam de patinar em casa e sempre tiveram isso em vista. Então disse para minha esposa: vamos colocar elas para curtir. Hoje é o primeiro dia. Bacana ver o desenvolvimento", falou. 

Com quase uma década de trabalho prestado em Sinop, a Associação Sinopense de Hockey e Patinação in Line tem em seu time de professores homens e mulheres que descobriram neste esporte uma paixão. Além do trabalho em âmbito pedagógico, a Associação acumula uma trajetória de conquistas no esporte, representando a cidade em competições oficiais. Neste ano de 2018, por exemplo, o grupo do Sinop Storm Hockey sagrou-se vice-campeão masculino da etapa Norte, pela a Liga Brasileira de Hóquei (LBH). 

Aos adultos e crianças interessados em conhecer o trabalho da entidade, Adriana Gobatto faz o convite: "Mesmo que você nunca tenha colocado um patins no pé você pode vir. Temos os nossos professores que vão estar ensinando com toda segurança possível. Se não tiver equipamento nós emprestamos os nossos para os adultos e, para as crianças, agora, graças ao incentivo, nós temos equipamentos para estar emprestando. Totalmente gratuitas [as aulas]", afirma a dirigente.

Como ressaltou a prefeita Rosana Martinelli, outros projetos também podem ser contemplados. "Pedimos que as equipes se organizem por meio da lei de incentivo. São várias equipes que já foram contempladas", asseverou a gestora. 

Em 2018, R$ 118 mil foram assegurados por meio da Lei para incentivo ao esporte em diferentes projetos. A concessão do benefício funciona mediante edital ao qual os agentes interessados devem aderir, seguindo as exigências e apresentação de projeto e, em caso de aprovação, a consequente prestação de contas. A publicação ocorre em período determinado do ano. 

Comente através do facebook:
ENQUETE »

FOTO NOTÍCIA
:: MT24Horas - Todos os direitos Reservados - Copyright 2018 ::