Boa noite, Domingo, 25 de Junho de 2017
SINOP
Prefeitura tem projeto de alimentação saudável e emagrecimento para a população
Com apenas seis meses à frente do Executivo Municipal, a prefeita Rosana Martinelli (PR) tem investido cada vez mais em pessoas.
16/06/2017 - 10h36 - Fonte: Da Assessoria

 

Com apenas seis meses à frente do Executivo Municipal, a prefeita Rosana Martinelli (PR) tem investido cada vez mais em pessoas. Com uma gestão humanizada, várias ações têm sido feitas e programas implantados para beneficiar a população sinopense.

Um dos mais recentes projetos e que tem tido uma excelente aceitação pela população, está sendo desenvolvido pelo Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) que abrange as Unidades Básicas de Saúde (UBS“s) Primaveras, Boas Esperança e Gente Feliz.

Denominado "Viva Leve", o projeto visa promover uma alimentação saudável voltando a atenção para um público com obesidade e comorbidade associados. De acordo com a idealizadora e coordenadora do projeto, a nutricionista Ezineide de Jesus Morbach, são, aproximadamente, de três a quatro meses de acompanhamento nutricional, seguidos de exercícios físicos, avaliação física e de exames, antropometria, com acompanhamento de profissional da área, apoio psicológico, diversas palestras e aulas nutricionais com sugestões e orientações de como preparar uma alimentação saudável.

Para a prefeita, essas são medidas preventivas que refletem, inclusive, em economia para o setor. "A saúde é feita de prevenção. O combate ao mosquito da dengue, por exemplo, é ação preventiva para que os postos de saúde e os leitos hospitalares não superlotem com pessoas doentes que perdem dias de trabalho, sobrecarregam as unidades e têm que gastar com remédios. Os casos da saúde alimentar, da comorbidade e obesidade não são diferentes. A pessoa que pode se livrar da diabetes, por exemplo, só mudando os hábitos alimentares, vai ser mais saudável e, certamente, mais feliz", compara.

Outro projeto voltado para o bem-estar da população e que está sendo desenvolvido através do NASF é o projeto "Saúde na Mesa" que, através de grupos, trabalhará a reeducação alimentar para pessoas com doenças crônicas não transmissíveis relacionadas com hábitos alimentares inadequados, como diabetes, hipertensão, hipercolesterolemia e excesso de peso.

O atendimento às pessoas interessadas em participar do projeto é feito na UBS Primaveras, UBS Boa Esperança e UBS Gente Feliz, no período da tarde, às segundas, quartas e quintas-feiras.

Obesidade

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovou, recentemente, uma resolução que visa a redução da obesidade no mundo até o ano de 2020. A Organização entende que várias doenças não transmissíveis, mas muito nocivas à saúde humana, como as cardiovasculares, câncer, respiratórias crônicas e diabetes têm como fator causador a obesidade.

A resolução recomenda a redução de, pelo menos, 30% do consumo de sal e aumentar em 20% as atividades físicas. A OMS estima que haja mais de 40 milhões de crianças com menos de cinco anos que estejam com excesso de peso.

Da Assessoria

Comente através do facebook:
ENQUETE »
O que você pensa da proposta Reforma da Previdência ?

FOTO NOTÍCIA
:: MT24Horas - Todos os direitos Reservados - Copyright 2017 ::