Bom dia, Quarta-Feira, 22 de Novembro de 2017
PROCON
Vivo será investiga pelo Procon após falhas no serviço de internet; problema se repetiu duas vezes na semana
“O Procon notificou a empresa, que deverá informar a causa e quais municípios ou regiões foram afetados pela descontinuidade ou falha de acesso ao serviço de internet móvel, em todo o Estado”, detalha.
04/08/2017 - 09h47 - Fonte: Olhar Direto

Após falhas na prestação de serviços da empresa Vivo, registradas na segunda-feira (31), O Procon Estadual, instaurou investigação preliminar, através da Gerência de Fiscalização, Controle e Monitoramento de Mercado, para apurar a responsabilidade da Telefônica Brasil S.A. Na quinta-feira (3) os clientes tiveram dificuldades para acessar o serviço de internet móvel novamente. A situação, segundo a empresa, foi ocasionada por um rompimento triplo de fibra ótica, causado pela incidência de queimadas na região.  

De acordo com o superintendente Onofre Júnior, muitos consumidores de Cuiabá e municípios do interior foram prejudicados por problemas na prestação de serviços de telecomunicações da Vivo. “O Procon notificou a empresa, que deverá informar a causa e quais municípios ou regiões foram afetados pela descontinuidade ou falha de acesso ao serviço de internet móvel, em todo o Estado”, detalha.

A Telefônica deverá, também, informar o período em que os consumidores tiveram dificuldades de acesso à internet móvel e detalhar as providências adotadas para a solução definitiva do problema. Terá, ainda, de especificar a quantidade de linhas ativas existentes nos municípios atingidos, apresentando documentos que comprovem todas as informações prestadas.

No início da semana a Vivo explicou ao Agro que os seus clientes em Cuiabá e Nova Mutum(320 km da Capital) encontraram dificuldades para acessar o serviço de internet móvel, devido a múltiplos rompimentos de fibra óptica, ocasionados por ação de terceiros. Assim que detectou a falha, a operadora mobilizou suas equipes e o serviço foi retomado às 17h30. Na última interrupção a situação voltou a normalidade por volta de 10h30.

CDC

O Artigo 22 do Código de Proteção e Defesa do Consumidor (CDC) estabelece a obrigação de as concessionárias/permissionárias garantirem serviços públicos adequados, eficientes, seguros e, quanto aos serviços essenciais, que é o caso da telefonia celular, contínuos.

Serviço

O Procon-MT atende na sede estadual, na Avenida Historiador Rubens de Mendonça (do CPA), nº 917, Edifício Eldorado Executive Center – Bairro Araés, de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h, para registro de reclamações, audiências, consulta de processos e protocolo de documentos.

No posto do Ganha Tempo da Praça Ipiranga, o atendimento ao público também é de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h30, e do Várzea Grande Shopping, das 10h às 19h. No posto da Assembleia Legislativa (ALMT), o atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h. Outras informações podem ser obtidas pelos telefones 151 ou (65) 3613-8500.

Comente através do facebook:
ENQUETE »
Você é favorável a pena de morte?

FOTO NOTÍCIA
:: MT24Horas - Todos os direitos Reservados - Copyright 2017 ::