Boa tarde, Terça-Feira, 17 de Outubro de 2017
JANAÚBA
Delegado diz que professora entrou em luta corporal com vigia de creche
'A conduta dela foi heroica', diz delegado sobre professora que morreu ao tentar salvar crianças de incêndio em Janaúba
06/10/2017 - 11h31 - Fonte: Noticia Minuto

Aprofessora Helley Abreu Batista, 43 anos, foi uma das vítimas do incêndio criminoso na creche Gente Inocente, em Janaúba, no Norte de Minas Gerais. Mesmo ferida e em chamas, a professora tentou salvar as crianças que estavam no local. Segundo o jornal O Tempo, Helley tentou abafar o fogo ao mesmo tempo em que tirava os alunos pela janela, pois o vigia que colocou fogo na creche havia fechado a porta.

O vigia Damião Soares dos Santos, de 50 anos, ateou fogo ao próprio corpo e ao corpo de alunos do Centro Municipal de Educação Infantil Gente Inocente. Ele morreu no hospital, poucas horas após o crime.

De acordo com o delegado Bruno Fernandes Barbosa, a educadora Helley Abreu Batista entrou em luta corporal com o autor do crime para tentar salvar seus alunos. “A conduta dela foi heroica, ela mostrou que estava ali realmente pra proteger todas aquelas crianças”, disse.

Helley teve 90% do corpo queimado e morreu no hospital cerca onze horas depois da tragédia. Além de Helley, cinco crianças morreram.

Colegas de profissão de Helley lamentam a morte. “Ela era muito cativante, alegre e conseguia envolver cada aluno com seu olhar peculiar. Ser professor é ser Helley Abreu”, disse Eliane Faria, pedagoga, em entrevista ao G1.

A professora era casada e deixa três filhos, de 1, 11 e 13 anos. O corpo dela está sendo velado em Janaúba e o enterro está previsto para às 16h desta sexta-feira (6) no Cemitério São Lucas.

 

Comente através do facebook:
ENQUETE »
Você é favorável a pena de morte?

FOTO NOTÍCIA
:: MT24Horas - Todos os direitos Reservados - Copyright 2017 ::